sexta-feira, maio 25, 2007

*SONHOS DE AMOR*


**Sonhos de Amor**
*****
Sonhos tão pungentes me enlouquecem
Num redemoinho em densas disparadas
Cavalgando a passos galopantes
Pra alcançar tua mensagem enviada
*
As estrelas que iluminam a amplidão
Cintila por ver tanto amor oferecido
Inúmeras neste imenso infinito
Soltando risos ao poeta tão querido
*
Nossos laços de amor assim surgido
Num emaranhado de palavras e moções
Caminham de mãos dadas em ilusões
*
O amor continua simples, fortemente.
Criando o cada dia mais veemente
Dar sem restrições amor plangente
*****
Eu quero o teu amor em devaneios,
Na noite agalopada, mil monções.
Tomada por delírios e emoções,
Já sem meias palavras ou rodeios.
*
Numa explosão fantástica; os anseios,
Invadem sem limite, aos borbotões,
Refazem dia a dia as ilusões
Tocando fortemente bocas, seios...
*
Um mágico caminho se desvenda,
Em todo bom pedido que se atenda
Quem vive insano amor, sorte bendita.
*
No emaranhado, soltos os cabelos,
Desejos se misturam, são novelos
Desta vontade plácida, infinita.
***
SOGUEIRA
Marcos Loures

Um comentário:

Cleide Yamamoto disse...

Dois mestres da poesia que se juntam e em Sonhos de Amor deixam os leitores encantados. O seu blog está um verdadeiro sonho cheio de paz e amor. Parabéns, amiga! bj em seu coração, Cley