terça-feira, março 15, 2011

*DIA DA POESIA



*Dia da Poesia
  14 de março

O olhar tangia o pensamento
Colhendo da palavra a essência
A natureza viva em tormenta
Nutrindo a emoção e a carência

Na mão caneta e mente confabula
Frases se aglutinam sem demora
E nasce a poesia rima e bula
Voando sob as asas rumo a fora

O sol é testemunha da artimanha
Esconde seu sorriso na distância
Sabendo que o mote esconde sanha
Do coração tormento e vigilância

Dão-se as mãos poeta e poesia
Quais náufragos querendo respirar
Encontra na praia pouso e regalia
Escreve na areia o verbo amar

As ondas arrastaram para o fundo
Palavras indefesas que sumiram
Mas no baú da mente bem profundo
Ficaram registradas não partiram

SoniaNogueira

4 comentários:

POESIAS EM FOCO disse...

Parabéns pela bela poesia minha querida poetisa, amo de coração passar por aqui, pois sei, é enconto certo com o belo.

Adilson - Rio de Janeiro - Brazil disse...

Adorei , adorei o espaço ... muita paz e muita luz ..para o descanso dos olhos ...pbens ... abçs de paz e luz

Adilson - Rio de Janeiro - Brazil disse...

maravilha amiga ... lindo seu blog ... abraços

nenemritinha disse...

Cara Sonia, li vários dos seus poemas, gostei bastante. Você poderia me enviar "Divã dos Sonhos", para o eu postar no meu site www.portalritissima.com.br, na categoria "Outros Autores". Terei prazer em mostrar aos meus leitores, os seus escritos. Se você quiser, envie para o e-mail ramorimandrade@bol.com.br
Sou uma recém-REBRA. Cheiros, Rita de Cássia Amorim Andrade.