segunda-feira, abril 26, 2010

*OS PRIMEIROS OLHARES DO BRASIL


Os Primeiros Olhares, Brasil

22 de abril de 1500
*
Escrevo Vossa Alteza dom Manuel
Sobre esta terra de belezas mil
A vista alcança paisagem a granel
Sem contar palmo a palmo neste abril
*
Talvez vinte e cinco léguas, eu percebo
Ao longo da bela terra a beira amar
No verdor das árvores deste enlevo
Meus olhos contemplam o cantar
*
De pássaros variados, multicores
O céu mostrando um belo achado
Novas paragens olhares promissores
Sem afirmar se há ouro neste lado
*
Em tudo se planta por estas bandas
Ao afirmar na certeza das palavras
Pelas águas imensas e espalhadas
Suavizando o clima nestas plagas
*
Uma gente de corpos nus, curiosos
Promessa de labuta num porvir
Fruto promissor mãos laboriosas
Encontro na humildade pra servir
*
Ao porto será nome de Porto seguro
Quiçá uma Ilha de Vera Cruz fincada
Erguendo a fé pela terra sem muro
Nesta sexta-feira de maio resguardada
*
Do pau vermelho o nome vem propício
Na imensidão deste céu azul de anil
Nasce uma terra que Cabral em ofício
Iniciou bem distante, teu nome, Brasil
*

SoniaNogueira

Um comentário:

Efigênia Coutinho disse...

Sonia querida, que grandiosidade de versos escritos para dom Manuel, pela passagem de 22 de abril, você é maravilhosa poetisa, eu me encanto vom sua poesia com sua pessoa, foi gratificante passar aqui e ler seus versos.
Hoje venho deixar meu abraço pela passagem do dia das MÃES, com afeto, sua amiga, ainda aqui por New York
Efigênia Coutinho